Sou uma árvore

Essa noite vou sonhar que tenho asas e vou voar e alcançar o ponto mais alto do céu que eu puder. De lá talvez eu irei me deixar cair. Minha queda não será como a queda das folhas quando elas se soltam dos galhos; lentas e com balanço. Será pesada e sem ritmo, como se fosse a própria árvore indo de encontro ao chão. Não é bonito ver uma árvore caindo mas é admirável ver a dança que as folhas fazem até se deitarem, não? É que quando as partes de alguém se soltam é porque vão abrir espaço para que partes mais belas surjam no lugar e quando tudo se desmonta e cai, quando as raízes desgrudam do chão é impossível voltar a ficar em pé com vida.
E eu quero ser como uma árvore. Quero que minhas partes se soltem as vezes e quero muito encantar o mundo com um novo perfume a cada estação. Quero que minhas cores iluminem os ambientes e quero que minhas flores fiquem lindas nos cabelos de algumas moças e em buquês nas mãos de alguns rapazes. Quero um pedaço de mim na beleza do mundo e outro no amor. Quero que me levem nos corações e que não me deixem murchar. Se tirarem um pedacinho de mim e não cuidarem ele morre. Se tirarem vários pedacinhos de mim e não cuidarem eles morrem. Se não regarem minha árvore quando ela estiver sem pedacinhos ela morre. Se não cuidarem de mim sou eu que morro. Eu caio do céu em disparada ate meu encontro com o chão. Porque quando uma árvore solta suas raízes e voa, ela se perde no céu e quando não consegue mais voltar porque não foi regada, porque perdeu seus pedacinhos ou porque não se vê incluída no amor e na beleza do mundo ela cai. Cai como uma árvore seca que por culpa do mundo foi obrigada a abraçar o chão. Essa noite vou sonhar que tenho asas e vou voar e alcançar o ponto mais alto do céu que eu puder. De lá, talvez eu irei me deixar cair, mas se alguém me regar e cuidar de mim eu não farei isso não.

Comentários

  1. Que escrita bela e sensível. Um dos melhores textos que já passaram pela minha humilde vida.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Diz algo bonitinho tá ? Pela minha autoestima...

Postagens mais visitadas deste blog

Se perder no céu

Ah coração